Sertã

SERTÃ,

localizada no centro de Portugal está próxima de tudo.

A vila está na Zona do Pinhal Interior Sul, distrito de Castelo Banco, dista de Lisboa e Porto cerca de 190 km, 2 horas de carro, por autoestrada. A localidade típica, com cerca de 5 mil habitantes, aninha-se por entre duas ribeiras que correm devagar até ao Zêzere, o rio que delimita o concelho com Pedrogão Grande e Ferreira do Zêzere. O clima é húmido com Verões quentes e Invernos frios, por vezes, cai neve nos pontos mais elevados. A Sertã é terra de gentes acolhedoras, de lendas, de História e de uma paisagem natural a que não vai ficar indiferente!
Visite esta vila histórica e estratégica, onde se instalaram lusitanos, romanos, muçulmanos, cavaleiros templários e hospitalários. Todos estes povos deixaram a sua marca na região. No entanto, os vestígios arqueológicos encontrados, antas, castros e arte rupestre, indicam que a História da Sertã começou muitos séculos antes da sua fundação como vila (1455) e da edificação do castelo (74 a.C). O nosso Hostel está localizado no centro da vila o que lhe permite explorar as ruelas e visitar o património, facilmente.

PRINCIPAIS PONTOS DE INTERESSE

património

O nome da Sertã, deriva da lenda da Celinda, a esposa de Sertório (o soldado romano que edificou o castelo). Reza a lenda que a «brava» mulher defendeu o castelo do ataque dos romanos com uma sertã (frigideira, símbolo da vila) de azeite a ferver. Contamos-lhe tudo quando chegar!
Separador Hostel_sem fundo

A CASA DA CULTURA,  onde está o Posto de Turismo, além de lhe transmitir toda a informação sobre a Sertã, é um local onde pode visitar exposições e assistir a vários eventos culturais e espectáculos vastos. Ao logo do ano decorrem várias atividades que não pode perder, aqui, mesmo no centro de Portugal.

São várias as pontes que ligam a região. Na vila, na Ribeira da Sertã, destacamos a PONTE FILIPINA que substituiu uma ponte romana, em ruínas, durante o domínio Filipino, tem 64 metros, 6 arcos e de onde se avistam outras 2 pontes. Uma delas é majestosa, toda construída em madeira, permite-lhe apreciar, tranquilamente, toda a zona ribeirinha.

O belo arvoredo que embeleza e refresca a ALAMEDA DA CARVALHA reflecte na ribeira os tons de cada estação do ano. Uma imagem que vai querer levar consigo! É o local mais aprazível da Sertã, com um circuito de manutenção, parque infantil, parque de merendas, esplanada, réplica de um lagar de azeite (a vara) e um trajecto pedonal que o conduz até às piscinas, fluvial e municipal.

O CASTELO,  localizado aqui ao lado Hostel, num ponto alto da Sertã, permite-lhe um olhar panorâmico sobre a Sertã, ou levar consigo aquela foto mágica ao por do sol. Segundo a lenda que falámos, anteriormente, terá sido fundado por Quinto Sertório em 74 a. C general romano exilado por questões políticas. Tem cinco quinas, o que era raro nas fortalezas em Portugal. Dentro da muralha do castelo está a Capela de S. João Baptista, edificada sob a primitiva igreja medieval dos séculos XV /XVII.

A IGREJA MATRIZ, localizada de frente para o Hostel e para o Castelo, é o monumento mais importante da vila, datado do século XV, de construção granítica, estilo gótico e traço maneiristas. No adro da igreja, onde está implementado um pitoresco coreto, pode apreciar um outra vista panorâmica da Sertã e do casario na zona histórica. A poucos metros localiza-se a IGREJA DA MISERICÓRDIA com património religioso do século XVI, destacamos o altar-mor em talha dourada e os azulejos do século XVIII, pórtico renascentista e janela gótica. Existem inúmeras capelas e igrejas na região que poderá visitar mediante o roteiro.

ARQUEOLOGIA

arte rupestre

Na freguesia do Figueiredo localiza-se o arqueossítio da ``ESTAÇÃO DE ARTE RUPESTRE DA FECHADURA `` do Calcolítico e da Idade do Ferro. Constituída por uma rocha de xisto torna-se torna-se particularmente interessante pelo eclectismo das representações gravadas.
Coordenadas GPS: N 39º 50'53.00`` W 7º 58'26.45``.

Na freguesia da Ermida encontra outro sítio arqueológico a ``ESTAÇÃO DE ARTE RUPESTRE DA LAJEIRA``, datada do 1º mil. a. C. (Idade do Bronze e a Idade do Ferro), localizado na Serra do Cabeço Raínho, um dos pontos mais elevados do concelho. Trata-se de uma gravação no xisto de motivos geométricos (círculos e espirais).
Coordenadas GPS: N 39º 50'35.16`` W 7º 56'49.91``

REGIÃO

pinhal interior sul

Outros pontos de interesse que pode visitar, aqui, no centro de Portugal:
Seminário das Missões, Cernache do Bonjardim, Sertã;
Casa do Artesão, Marmeleiro, Sertã;
Ponte Filipina, Pedrógão Pequeno;
Barragem do Cabril, Pedrogão Pequeno / Grande;
Centro geodésico, Vila de Rei;
Dornes, Aldeia Histórica, Ferreira do Zêzere;
Centro de Ciência Viva, Proença-a-Nova;
Aldeia de Xisto, Álvaro, Oleiros;
Fragas de São Simão, Figueiró dos Vinhos;
Praia das Rocas, Castanheira de Pêra;

GASTRONOMIA

maranho e bucho

A gastronomia do concelho da Sertã é bastante rica e variada, à semelhança do que acontece em muitas regiões beirãs. Os MARANHOS são o prato principal da culinária sertaginense cuja origem no concelho faz-nos recuar até ao século XIX, são também o pretexto para a Feira Gastronómica Anual. Mas há outras iguarias prontas a serem descobertas como o BUCHO RECHEADO, trazido para o município pelos sertaginenses que faziam as colheitas no Alentejo.

Na secção dos peixes, destacamos o ENSOPADO DE PEIXE DO RIO à Moda da Foz da Sertã ou o PEIXE DO RIO EM MOLHO DE ESCABECHE, receitas bem característica desta zona, mais concretamente da freguesia de Cernache do Bonjardim. Os mais gulosos têm, também, motivos de sobra para vir ao concelho da Sertã para provar os CARTUCHOS DE AMÊNDOA à moda de Cernache, as filhoses, as merendas doces e tantos outros sabores...

A NATUREZA

As duas ribeiras que passam pela Sertã e as albufeiras do rio proporcionam um clima húmido devido à grande massa de água que concentram na região. As verdejantes e xistosas serras que envolvem a Sertã convidam a um passeio para explorar e sentir a Natureza, sentir o cheiro a pinheiro bravo que domina a floresta. Perfeito para aliviar o stress da vida na cidade! Já o rio Zêzere, além de uns mergulhos nas praias fluviais, proporciona-lhe várias atividades náuticas como Wakeboard (Trízio), pesca desportiva, canoagem, passeios de barco...